WTCC – Recurso da Honda parcialmente bem sucedido

Já foi conhecido o resultado do recurso apresentado pela Honda em relação ao caso do fundo plano. Os carros fornecidos pela JAS foram excluídos das rondas da Hungria e de Marrocos por irregularidades no fundo plano dos Civic. Os homens da marca japonesa estavam a usar o fundo plano para colocar algum do lastro (sendo que nos regulamentos está escrito que o lastro tem de estar do lado do “passageiro”). A interpretação das regulamentações por parte dos engenheiros da JAS / Honda permitia que o carro ficasse muito mais equilibrado e estável, com peso do lastro distribuído pelo fundo plano. Mas a FIA viu ao pormenor a estrutura e decidiu penalizar a equipa, que interpôs um recurso à decisão.

 

Hoje a decisão foi conhecida e a FIA decidiu excluir a equipa apenas da ronda de Marrocos, retirando a pole e a vitória a Rob Huff, o 2º lugar a Michelisz e o 3º a Monteiro (sem falar do 4º lugar de Monteiro na corrida 1), não penalizando a equipa na ronda da Hungria. Isto significa uma queda na tabela por parte dos homens da Honda, mas não de forma tão acentuada como se previa, ficando o campeonato ainda em aberto.

 

Ainda não há muitas informações sobre o fundamento da decisão mas faz pouco sentido a equipa ser penalizada numa corrida e não na outra, partindo do principio que o fundo plano usado foi o mesmo.

Não foi o desfecho que se desejava, mas não foi também tão gravoso quanto poderia ter sido. Mais informações assim que possível.

 

Fábio Mendes

Chicane Motores para o CIVR

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://www.circuitodevilareal.pt/wp-content/uploads/2017/05/11728841_1608813506073117_1700804965517783206_o.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 350px;}