FIA WTCC – Race of Argentina (Resumo)

Corrida 1

A pausa de verão para o WTCC foi longa. Mais de um mês depois do campeonato ter estado em Vila Real, o Circuito de Termas de Río Hondo na Argentina recebeu a oitava dupla jornada do campeonato.

José María López (#37) queria muito vencer novamente em casa e começou esse objetivo da melhor forma, assinando a pole position que acabou por lhe ser entregue por Esteban Guerrieri (#86). O argentino, a fazer a estreia no WTCC vindo do campeonato argentino Súper TC 2000 até tinha feito a pole position, aproveitando um Chevrolet leve e o seu conhecimento do circuito, mas quando Guerrieri fez a sua volta de qualificação na Q3, acabou por sair com uma luz vermelha acesa. O seu tempo foi apagado e o argentino caiu para o 5º lugar.
Ao lado de López na primeira linha ficou Norbert Michelisz (#5), com Tom Coronel (#9) e Yvan Muller (#37) na segunda linha.
No MAC3 a Honda foi o construtor vencedor, na frente da Citroën e da LADA.

Com a grelha invertida para a primeira corrida, John Filippi (#27), o 10º mais rápido no Q2, partiu da pole, com Tom Chilton (#3) ao seu lado. Tiago Monteiro (#18) partiu do 3º lugar e Mehdi Bennani (#25) do 4º posto.
José María López inicialmente estava para arrancar do 10º lugar mas a Citroën detetou um problema no motor e a troca do mesmo forçou o herói local a partir do último lugar. A sua pole para a segunda corrida ficou intacta.

13901593_10153866304952057_866131483800388151_n

Na partida para a corrida 1, Filippi saiu mal e caiu para 3º. Chilton protegeu o interior e ficou na frente, com Monteiro a passar Filippi por fora e a subir para 2º.
Monteiro passou imediatamente ao ataque a Chilton, passando de fora para dentro entre as curvas 1 e 2. Monteiro e Chilton tocaram-se na curva 3 e Monteiro foi para a relva, caindo para o 5º lugar. Filippi aproveitou para recuperar para o 2º lugar, Robert Huff (#12) já era 3º e Yvan Muller 4º.

Durante duas voltas Filippi tentou manter-se no mesmo ritmo de Chilton mas o britânico conseguiu ganhar mais de um segundo e deixou o francês a defender-se dos múltiplos ataques de Huff.
A resistência de Filippi durou até à volta 7 quando Huff passou o Chevrolet por dentro na curva 1. Muller foi o próximo a passar, por fora na curva 9. Tiago Monteiro também aproveitou a má entrada do francês na curva 10 para subir ao 4º lugar. A partir daqui, o francês foi perdendo várias posições até que caiu para o 10º lugar.
Entretanto, José María López chegou ao 5º lugar na volta 10 depois de arrancar do último lugar, e nem teve que assumir muitos riscos para chegar até aqui.

Apesar de Huff ser um perseguidor mais rápido do que Filippi, a vantagem de Chilton não diminuiu muito porque Huff estava a ser atacado por Muller.

Até ao fim a situação não se alterou. Tom Chilton venceu pela primeira vez esta temporada, vencendo também nos Independentes e esta foi a sua primeira vitória no campeonato desde a corrida 1 na China, em Pequim, na temporada de 2014.

Robert Huff terminou no 2º lugar, Yvan Muller fechou o pódio, com Tiago Monteiro a ser o 4º classificado e José María López a vir do último lugar na partida para terminar uma excelente corrida de recuperação em 5º.

 

 

Corrida 2

Relembrando a grelha de partida, José María López partiu da pole, Norbert Michelisz em 2º, Yvan Muller em 3º e Tom Coronel em 4º. Esteban Guerrieri abandonou na primeira corrida mas conseguiu alinhar à partida para a 2ª corrida, no 5º lugar.

Quando as luzes vermelhas se apagaram, Michelisz ganhou muita tração e bateu López na chegada à curva 1, enquanto que Guerrieri ficava quase imóvel e caiu para o 7º lugar. López retaliou na curva 2 mas o húngaro conseguiu de alguma forma manter-se na frente, deixando o argentino a defender-se de Muller.
López não desistiu e voltou a colocar enorme pressão a Michelisz. Na segunda volta, López atacou na reta oposta, passando de fora para dentro. Michelisz conseguiu proteger a sua posição na travagem para a curva 5, Muller atacou López e ficou em boa posição para a curva 7. O francês travou mais tarde e passou López mas o argentino fez a tesoura e recuperou a posição na travagem para a curva 9.

López sabia que em reta era claramente mais rápido, sobretudo a caminho da curva 5, mas Michelisz defendia-se com tudo e Muller tentava aproveitar as saídas de trajetória de López, que usava essa tática para tentar distrair e enganar o piloto da Honda, para tentar passar o seu colega de equipa.
Por esta altura, a Citroën avisava López para não se preocupar com Muller. O francês pareceu menos determinado a atacar López e o campeão em título ficou com mais disponibilidade para atacar a liderança de Michelisz.

13892267_1354959181200153_6325758623262625230_n

Na volta 7 as coisas aqueceram bastante. López atacou Michelisz na curva 7 e Muller tentou aproveitar a situação, ficando por dentro na saída da curva 8. Muller tocou ligeiramentre Michelisz, por fora, López ficou por dentro na travagem para a curva 9 e encostou-se ao Honda, conseguindo passar para a liderança da corrida.
Muller também aproveitou para ficar na frente de Michelisz mas a meio da curva 11 houve um ligeiro toque entre ambos que acabaram por sair da pista. Muller caiu para o 5º lugar, Michelisz para 9º.
Este incidente deixou Coronel no 2º posto, Robert Huff em 3º, ambos sob investigação por falsa partida, e Tiago Monteiro em 4º.

Até ao fim não houve alteração na ordem classificativa. Assim, José María López conseguiu vencer novamente na Argentina, com mais trabalho do que estava à espera antes da corrida. Esta vitória deixou o argentino mais perto do título, que já pode conquistar na próxima corrida em Motegi.

Tom Coronel ficou num excelente 2º lugar e venceu entre os Independentes, Robert Huff fez uma boa corrida e fechou em 3º, mas ambos ainda estão a ser investigados por alegada falsa partida. Tiago Monteiro foi 4º e mantém o 2º lugar no campeonato, e Yvan Muller a não foi além do 5º lugar.

A próxima corrida será em Motegi, no Japão.

 

Jorge Covas

 

Chicane Motores para o CIVR

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://www.circuitodevilareal.pt/wp-content/uploads/2017/05/11728841_1608813506073117_1700804965517783206_o.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 350px;}